Olá visitante, seja bem vindo(a)

área exclusiva
Esqueceu a senha?

Não tem cadastro? cadastre-se agora

VARA DO TRABALHO DE JOÃO PESSOA/PB - TRT13. DE JOAO PESSOA-PB - Leilões PB

Quarta - 12 de Dezembro de 2018
Total de lotes: 1
Cód.: 0683/2018
2ª Leilão Online
FALTAM 1D 01:13:20 PARA O INICIO DO LEILAO
VARA DO TRABALHO DE JOÃO PESSOA/PB - TRT13. DE JOAO PESSOA-PB
Autos nº:
01292.00-12.2014.5.13.0025
Exequente:
MARIANA DOS SANTOS MELO
Executado:
MARIA CELESTE DE ALBUQUERQUE (SÓCIA) E OUTRO
Local do pregão:
ROD. BR 230, KM 37,5 S/N - Tibiri 2
Leilão:
25ª VARA DE JOÃO PESSOA

LOTE: 0683.001

  • Avaliação: R$ 2.300.000,00
    Taxas: R$ 0,00
    Incremento: R$ 1.000,00
    1º Leilão: 15 de Maio de 2018 às 14h00
    Lance inicial em 1º Leilão: R$ 2.300.000,00
    2º Leilão: 31 de Dezembro de 2018 às 14h00
    Lance inicial em 2º Leilão: R$ 1.150.000,00
    Informações de abertura
    Incremento: R$ 1.000,00
    Total de visualizações: 687
    Total de Lances: 0

    Descrição do lote

    Prédio nº 539, situado a Rua Pedro II, nesta Capital, medindo 18m,00 de largura na frente, 19m,00 de largura nos fundos, por 50M,00 de comprimento do lado esquerdo, limitando-se do lado direito com o imóvel nº 523, lado esquerdo com o imóvel nº 551 e fundos com imóvel nº 210, construído em alvenaria e coberto com telhas, atualmente com dois pavimentos, registrado no Cartório Eunápio Tôrres, sob o número de ordem 11.590, em data de 20 de novembro de1979 e de propriedade de Maria Celeste de Albuquerque (CPF 005.662.334-87) avaliado em R$ 2.300.000,00 (Dois milhões e trezentos mil reais)

    VALOR TOTAL DAS AVALIAÇÃO R$ 2.300.000,00 (DOIS MILHÕES E TREZENTOS MIL REIAS).

    OBS.: O horário para encerramento dos leilões virtuais será às 14:00 horas, do horário de BRASÍLIA.

    Histórico de lances recebidos

                                   
    usuário/placalocalidadedata/horáriovalorcomissãotaxasvalor total
    Nenhum registro de lance.

OBS: Aquele que tentar fraudar a arrematação, além da reparação do dano na esfera cível - Arts. 186 e 927 do Código Civil. Ficará sujeito as penalidades do artigo 358 do Código Penal.