Olá visitante, seja bem vindo(a)

área exclusiva
Esqueceu a senha?

Não tem cadastro? cadastre-se agora

VARA DO TRABALHO DE GUARABIRA/PB - TRT13. DE GUARABIRA-PB - Leilões PB

Terça - 20 de Novembro de 2018
Total de lotes: 1
Cód.: 0933/2018
2ª Leilão Online
FALTAM 1D 01:13:20 PARA O INICIO DO LEILAO
VARA DO TRABALHO DE GUARABIRA/PB - TRT13. DE GUARABIRA-PB
Autos nº:
0000738-14.2016.5.13.0010
Exequente:
VALDOMIRO DE OLIVEIRA CORREIA
Executado:
FRANCISCO RUFFO, SOLANGE MONTEIRO GALVÃO RUFFO, FAZENDA FLORESTA
Local do pregão:
ROD. BR 230, KM 37,5 S/N - Tibiri 2 - GUARABIRA-PB
Leilão:
10ª VARA DE GUARABIRA/PB

LOTE: 0933.001

  • Avaliação: R$ 2.562.336,00
    Taxas: R$ 0,00
    Incremento: R$ 1.000,00
    1º Leilão: 14 de Novembro de 2018 às 14h00
    Lance inicial em 1º Leilão: R$ 2.562.336,00
    2º Leilão: 30 de Novembro de 2018 às 14h00
    Lance inicial em 2º Leilão: R$ 1.281.168,00
    Informações de abertura
    Incremento: R$ 1.000,00
    Total de visualizações: 69
    Total de Lances: 0

    Descrição do lote

    UM PARTE DE TERRA DENOMINADA FAZENDA FLORESTA medindo 64,0584 ha, já com
    a exclusão de:
    A) dois lotes rio total de 5 ha (50 000 m²) desapropriados pelo Município de MARI/PB e
    registrados no Cartório Extrajudicial da Comarca de Sapé/PB;
    B) um lote medindo 4 ha desapropriado pelo Município de MARI/PB e registrado no Cartório
    Extrajudicial da Comarca de MARI/PB; e C) um lote medindo 2 ha desapropriado pelo
    Município de Mari/PB nos autos do processo n. 0001160-28.2013..8115.0611, referente à
    parcela do imóvel originário que de propriedade de Adalgisa Oliveira da Silva (sem averbação
    em cartório extrajudicial). O imóvel penhorado tem sua limitação, conforme certidão emitida
    pelo Cartório da Comarca de Sapé/PB: ao Norte com a estrada que liga Sapé a Guarabira;
    ao Sul com a propriedade de Manoel de Paula; a Leste com o Parque J. P. Marques e a
    Oeste com a propriedade de Manoel de Paula, registrado no Livro 2-U, (Registro de Imóveis),
    fís. 298 sob nº 1/5424, em 01/03/1991, no Cartório Único de Ofícios Feliciano da Silva,
    Comarca de Sapé/PB.
    Observação: - Por haver, atualmente, Cartório de Registro de imóveis na Comarca de
    Mari/PB, há outros registros referentes ao imóvel originário também no aludido cartório.
    Além das desapropriações que constam da certidão juntada ao presente processo, há unia
    outra desapropriação registrado. no Cartório de Registro de imóveis de Mari/PB e uma quarta
    desapropriação em curso em processo judicial, inclusive com temo de desapropriação
    amigável, referente a lote pertencente a Adalgisa Oliveira da Silva.
    - As alienações que provocaram o parcelamento do imóvel acima aludido foram
    integralmente tornadas sem efeito em relação a esta execução, por motivo de
    reconhecimento de fraude à execução, nos autos do Processo 0014700-91.1991..5.06.0005,
    com tramitação originária na 5ª Vara do Trabalho do Recife/PE., com Acórdão exarado pela
    Quarta Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região.
    O imóvel possuía 75,0584 ha de extensão. Contudo, a penhora recai sobre a parcela do
    imóvel não desapropriada, conforme descrição acima.
    Características autuais do bem: O imóvel penhorado está, em sua maior parte, desocupado.
    Porém, há algumas construções realizadas pelos novos proprietários, não sabendo precisar
    quantas e quais são as construções.
    AVALIADO EM R$ 2.562.336,00 (dois milhões, quinhentos e sessenta e dois mil, trezentos e
    trinta e seis reais) .
    Considerações sobre a avaliação: A avaliação tomou por conta o valor médio da unidade
    hectare da região, isto é, R$ 40.000,00 (quarenta mil reais)
    VALOR DA AVALIAÇÃO R$ 2.562.336,00 (dois milhões, quinhentos e sessenta e dois mil,
    trezentos e trinta e seis reais).

    Histórico de lances recebidos

                                   
    usuário/placalocalidadedata/horáriovalorcomissãotaxasvalor total
    Nenhum registro de lance.

OBS: Aquele que tentar fraudar a arrematação, além da reparação do dano na esfera cível - Arts. 186 e 927 do Código Civil. Ficará sujeito as penalidades do artigo 358 do Código Penal.